domingo, 19 de julho de 2009

Onsen

No Japão há muitas nascentes quentes vulcânicas, Onsen. Os banhos comuns nestas nascentes são um hábito há séculos, como ritual de purificação (com origem no ênfase xintoísta da purificação), tratamentos ou apenas por prazer. Muitas essências termais canalizam a actividade vulcânica natural, domesticando as àguas termais. Algumas são aquecidas artificialmente e enriquecidas com misturas de ervas terapêuticas. Uma visita às Onsen é um antídoto para o ritmo fernético da vida urbana, uma oportunidade para conhecer uma faceta sociável do Japão.

A variedade de Onse é incrivel: naturais ou artificiais, interiores ou exteriores, com uma banheira grande ou grande como uma piscina, com àgua a ferver ou tépida , esbranquiçada ou transparente, com um odor a enxofre ou doce e terroso. As composições quimicas da àgua tratam vários padecimntos como artrite, hipertenção ou problemas de pele.



As banheiras ao ar livre são rusticas, de madeira ou pedra e em geral, junto de um rio ou mar. Algumas ficam em grutas, sob um dossel de vegetação tropical, por trás de quedas de àgua, ou tomam a forma de lama termal ou banhos de areia. Há muitas onsen nas montanhas: depois de uma caminhada, um banho numa piscina exterior na neve é uma experiência única.



Muitas Onsen funcionam como hóteis, com refeições e todos os tratamentos termais incluindos no preço do quarto por pessoa. Passar uma noite numa Onsen permite-lhe experimentar o prazer de um banho nocturno ou provar a excelente comida local. Outros hóteis onsen são refúgios isolados em cenários fantásticos



As regras de etiqueta na Onsen são bastante simples. As piscinas são separadas - as mulheres raramente usam piscinas mistas, excepto taalvez à noite, quando os banhos mistos são mais aceitaveis. Por vezes nas piscnas ao ar livre, uam-se fatos de banho, mas em geral as pessoas estao nuas. Mas o ambiente não é desleixado, e os visitantes não devem ficar apreensivos.



Há mais de 2000 áreas de nascentes quentes no país, concentradas sobretudo em Kyushu, na península Izu a oeste de Tóquio enas montanhas do Norte e centro de Honshu.

3 comentários:

Mafalda disse...

Como eu gostava de experimentar :P

Anónimo disse...

Bom texto!

FaLlEn AnGeL disse...

continuo a adorar a simplicidade da tua escrita! ñ da espaço pa minha peqenina e ventosa cabecinha ñ se perder
e cada vez mais fico com vontade d ir um dia ao japão, so d ler o teu blog *.*